quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Adtron anuncia “HD” sólido de 160GB

Os drives de discos flash em estado sólidos, ou mais conhecidos por SSD, estão cada vez mais atraentes, seja por seus preços ficando cada vez mais convidativos, seja por suas características únicas, e agora, devido a sua maior capacidade de armazenamento.

Gigantes como SanDisk, apresentaram recentemente modelos de 1.8 polegadas de 32GB Ultra ATA 5000, enquanto que a Ritek planeja lançar modelos com 16, 32 e 64GB ainda este ano.

Já menos conhecida Adtron, acaba de anunciar um modelo que promete sacudir principalmente o ramo dos portáteis, como notebooks, ao anunciar um modelo que nada mais nada menos do que 160GB e ainda pro cima compatível com as intefaces SATA e IDE.

Os modelos batizados de I25FB (IDE) e A25FB (SATA), utilizam tecnologia de memória flash de 2,5 polegadas. A versão IDE traz alguns atrativos em relação ao SATA, como maiores velocidades de leitura e gravação em 70MB/s e 60MB/s contra 65MB/s e 55MB/s respectivamente.

A Adtron não revelou o preço nem data oficial de lançamento.

Fonte: Adrenaline.

Loja online canadense Puretracks começa a vender músicas sem DRM

No que pode ser a primeira conseqüência favorável à carta aberta de Steve Jobs, diretor-presidente da Apple Inc., na qual pede o fim do DRM em músicas vendidas em lojas online, a canadense Puretracks decidiu seguir o conselho de Jobs e passou a vender músicas sem a tecnologia de proteção contra cópias.

Segundo Peter Nowak, do Financial Post, a Puretracks, baseada em Toronto, Canadá, anunciou ontem (21/2) que já está vendendo músicas em formato MP3 de selos independentes como Nettwerk Music Group, Independent Online Distribution Alliance e o inglês Beggar's Banquet sem tecnologia de gerenciamento digital de direitos (DRM) ou qualquer tecnologia que restrinja o modo como os arquivos musicais são copiados ou transferidos.

"O catálogo não protegido do site, que inclui artistas como The Barenaked Ladies e Sarah McLachlan, inicialmente conterá apenas 50 mil de seus 1,3 milhão de faixas, mas crescerá semanalmente, disse Alistair Mitchell, presidente e diretor executivo. As músicas poderão ser tocadas em aparelhos nos quais antes não funcionavam, tais como os iPods, da Apple Inc., e a oferta crescerá até incluir faixas de grandes gravadoras", escreve Nowak.

Nowak relata que a decisão da Puretracks veio em seguida à carta aberta do diretor-presidente da Apple Inc., Steve Jobs, dirigida às grandes gravadoras há duas semanas, na qual disse ser urgente a abolição do DRM para combater a pirataria e aumentar as vendas online de música.

"A carta de Jobs provocou diferentes reações dos grandes selos. Edgar Bronfman, CEO da Warner Music, disse que o argumento para a remoção do DRM era 'completamente sem lógica nem mérito'. Já a londrina EMI Group está explorando a suspensão das restrições DRM de sua música. A Warner, nesta semana, anunciou nova overta de compra da EMI", informa Nowak.

Mais detalhes no artigo completo de Nowak.

Fonte: MacPress

Universidade Wilkies troca PCs por Macs

A Universidade Wilkes, situada no Estado da Pensilvânia, EUA, anunciou que pretende substituir toda sua base instalada de PCs/Windows por computadores Macintosh, da Apple Inc., nos próximos três anos.

Escrevendo para o The Chronicle of Higher Education, Dan Carnevale diz que as salas de informática da universidade abrigarão Macs numa operação de US$ 1,4 milhão.

Uma das razões apontadas para a mudança é o fato de os Macs serem muito pouco susceptíveis a vírus. Como o Mac com processador Intel também pode rodar Windows e programas para Windows, os alunos terão mais o que fazer neles do que simplesmente utilizar o iTunes, diz Carnevale.

Mais detalhes no artigo completo de Carnevale.


Fonte: MacPress

HP cria Driver Universal

A imagem “http://h30091.www3.hp.com/pyme/img/0207_universal.jpg” contém erros e não pode ser exibida.
A HP desenvolveu um driver universal que funciona com todas as impressoras HP.
Assim, basta esse driver, para você poder instalar e gerenciar qualquer equipamento HP em rede.

Como essa novidade afeta uma empresa?
Essa é uma forma de reduzir custos e melhorar a produtividade, porque o gerenciamento de impressoras passa a ser muito mais simples. De fato, as impressoras conectadas em rede funcionam com o driver universal.


Centralize o controle e simplifique tudo com a HP. Conheça mais sobre este incrível driver (em Inglês) (PDF, 419 KB)

Faça aqui o download da última versão do HP Universal Driver (site em inglês)


Fonte: E-mail da HP Notícias: Fevereiro 2007

Chinês viciado em Internet morre após 7 dias jogando on-line

Um jovem chinês de 26 anos morreu depois de participar de uma maratona de jogos on-line durante o feriado do Ano Novo Lunar, disseram os pais do rapaz ao China Daily.

O rapaz de 150 quilos, morador no noroeste da China, morreu sábado, depois de passar a maior parte das comemorações de sete dias a jogando on-line.

A China tem apresentado nos últimos anos um aumento, que os especialistas consideram alarmante do número de adolescentes e jovens adultos viciados em Internet.

Cerca de 13% (2,6 milhões) dos 20 milhões dos usuários de Internet na China com menos de 18 anos são considerados viciados, noticiou a imprensa estatal.

Fonte: Informática4all

Intel lança chip de 128 núcleos


A Intel na semana passada anunciou que havia criado o Terascale Superchip, um supercomputador com 128 núcleos que é um pouco maior do que um selo postal. Ele pode funcionar a velocidade de teraflop ou 1 trilhão de operações por segundo. O mesmo computador na década de 90 utilizaria uma sala grande só para ele.

Fonte Tecnomodo / gizmodo

Câmera de 10 megapixéis assinala 70 anos da Canon

A nova versão das câmeras fotográficas digitais EOS, da Canon, chega ao mercado em Abril, coincidindo com o 70º aniversário da empresa japonesa. A EOS-1D Mark III vai custar cerca de 3.125 euros e, de acordo com a Canon, dentro do género será a câmara mais rápida do mundo, com uma velocidade de captura de dez frames por segundo de forma contínua, até 110 fotografias.
A nova versão do modelo, comercializado há dois anos, terá inicialmente uma produção de 5 mil unidades por mês.

Especialmente projetada para profissionais da fotografia, a resolução da EOS-1D Mark III será de dez megapixéis e estará disponível em Abril nos Estados Unidos e Europa, e um mês mais tarde no Japão.


A multinacional japonesa, que detém 48 por cento do mercado mundial de câmaras reflex digitais, espera com este lançamento conseguir ganhar terreno em relação aos seus concorrentes diretos, como a Nikon, segundo informou a agência Kyodo.

Tsuneji Uchida, presidente da Canon, afirmou que, para o desenvolvimento da EOS-1D Mark III, foi usada a experiência acumulada da empresa, que comemora em Agosto 70 anos de actividade.

Para além do modelo já referido, em Março a empresa lançará ainda quatro novas câmaras compactas digitais: IXY Digital 10, IXY Digital 90, PowerShot TX1 e PowerShot A570 IS.

Fonte: ciberia

Falha Corrigida no Firefox Persiste no IE7 e Opera 9

FireFox Uma vulnerabilidade corrigida na versão 2.0.0.2 do navegador Firefox e do cliente de e-mails Thunderbird, ambos da Mozilla Foundation, continua a afetar os browsers Internet Explorer 7 (IE7) e Opera 9, segundo Stefan Esser.

Embora os programadores dos navegadores defeituosos já tenham sido informados sobre o problema, só a Microsoft chegou a dar uma resposta relativa ao boletim realizado pelo especialista alemão em segurança digital.

A resposta veio em forma de acusação, uma vez que a empresa de Bill Gates disse que Esser deveria tê-la alertado antes de tornar a falha pública. Ainda não há previsão de quando o problema será resolvido, segundo o site Heise Security.

Quando comparada com outras sete vulnerabilidades corrigidas na semana passada, esta não é particularmente crítica, uma vez que permite apenas que filtros de Javascript sejam mais facilmente burlados quando uma página da Web não tenha uma codificação de caracteres previamente definida.

Por outro lado, é desejável que esse bug seja erradicado o quanto antes, pois a sua presença pode tornar a falha numa verdadeira praga, difícil de ser remediada a médio/longo prazo.

Fonte: CDRWXP

domingo, 25 de fevereiro de 2007

Abrindo o Firefox mais rápido ?!?

Vi em algum blog no ano passado, não me lembro qual. uma extensão para o Firefox chamada "Splash" que trazia de volta do passado aquele "Splash" enquanto o Firefox e carregado.


Também me lembro que no Blog dizia que esta extensão deixava a abertura do programa mais demorada. Não é que justo comigo aconteceu ao contrario?
Tanto meu Firefox quanto meu Thunderbird acabaram carregando mais rápido?
Não sei explicar, mas também não vou reclamar!

Como hackear MSN e Hotmail de gente burra

Esse tutorial “ensina” como redefinir senhas do msn e hotmail, mas se você tiver QI suficiente pode usar em outros serviços.

1. Escolha seu alvo. Quanto mais você conhecer sobre a pessoa, mais fácil.
2. Entre no Hotmail e abra o link “esqueceu sua senha?”
3. Digite o endereço de email do alvo.
4. Escolha o link ” Forneça as informações da conta e responda à sua pergunta secreta.”
5. As perguntas possíveis são:
* Personagem de ficção favorito
* Personagem histórico favorito
* Livro/história infantil favorita
* Filme infantil favorito
* Comida de que você sempre gostou
* Seus dois melhores amigos de infância
* Programa de TV favorito que não passa mais
* Seu primeiro carro
* Primeira empresa em que você trabalhou
6. Abra o Orkut e procure pelo nome da pessoa.
7. Caso a pergunta da pessoa seja uma das que estão em negrito, o perfil dela no Orkut já dará a resposta.
8. Se não conseguir adivinhar, simplesmente pergunte para a pessoa. Adicione ela no MSN e comece uma dessas conversas “oi! de onde você é?” e vai aos poucos levando ela a falar sobre o assunto da pergunta. Como o assunto está muito mais ligado às experiência pessoais dela do que a uma questão de segurança, provavelmente ela dirá a resposta sem notar.
9. Se você conseguiu descobrir a resposta secreta, agora pode redefinir a senha e fazer o que bem entender com a conta.

Hoje em dia é que as perguntas não podem ser pessoais. Em tempos que seus dados estão disponíveis para qualquer um, esse sistema de perguntas ficou bastante falho.

Ex. Muitas pessoas colocam a pergunta: Seu time de futebol favorito. Basta ver as comunidades do indivíduo no Orkut pra descobrir. Ou mesmo chamar ele de Flamenguista pra ele se entregar no próprio MSN.

Usem com moderação. ;)

Fonte: O Torto

Caixa de Som Brasileira com 12 Alto-Falantes Impressiona Mercado Internacional


Essa notícia eu descobri nos EUA e achei que era obrigação divulgar para os meios do lado de cá. A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo desenvolveu uma caixa de som que vale por 12. Modelado em um dodecaedro, a caixa de som possui uma emissão de sons omnidirecionais dando um propagar de ondas mais espacial.
“Bastaria uma única caixa omnidirecional instalada em um trio elétrico, por exemplo, para fazer a sonorização externa das festas de Carnaval.”
O valor do protótipo foi de pouco menos de R$ 1 mil reais e a estimativa é que quando alcançar a produção em larga escala, esse preço despenque para menos da metade.
Essa notícia foi muito valorizada nos blogs internacionais. Vamos divulgar!!! Mas não esqueça de me linkar ;)

Fonte: Tecnomodo

sábado, 24 de fevereiro de 2007

Mozilla Updates!

A Mozilla Foundation liberou versões novas e correções do Firefox e Thunderbird:

- Firefox 1.5.0.10
- Firefox 2.0.0.2
- Thunderbird 1.5.0.10

Essas versões corrigem uma falha crítica, conhecida como location.hostname e é imperativo que todos os usuários atualizem.

O problema é que outra falha, envolvendo corrupção de endereços de memória ainda não foi sanada. A fundação diz que seus engenheiros estão investigando o problema.

Como sempre digo: "mantenha seu sistema e programas atualizados!"

http://br.mozdev.org/download/

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

Linha de notebooks Samsung Aura

A Samsung lançou a nova linha de notebooks Aura, que pelos comentários Internet afora, vai concorrer em termos de visual até com os MacBooks. O primeiro modelo será o R20, que a Samsung anunciará oficialmente na próxima semana. De características minimalistas e finas, o notebook preto possui "o mesmo DNA dos MacBook", segundo o site Trustedreviews.com.

imagem

O modelo terá tela widescreen de 14.1", com resolução de 1280x800 pixels e revestimento em alto contraste, ideal para vídeos. inclui também o aparelho gravador Super-Multi DVD, que lê vários tipos de mídia, excluindo-se o Blu-ray e o HD-DVD.

imagem2

Para conectividade, estará disponível Wi-Fi 802.11b/g, Bluetooh 2.0 EDR, modem 56k e placa Ethernet 10/000. Juntamente com o aparelho virão 4 células de bateria, porém opcionalmente poderá optar pelo conjunto de 8 células.

O R20 possuirá 2.39kg, uma coincidência, pois é exatamente o mesmo peso do MacBook. O visual fino do notebook terá como coração o conjunto de soluções AMD para placas Intel, com o chipset AMD/ATI RS600ME e gráficos Radeon Xpress 1250 Hyper Memory, uma exclusividade até então.

Leia mais em:

http://www.trustedreviews.com/notebooks/news/2007/02/21/Samsung-Creates-an-Aura/p1


Fonte: GuiaDoHardware.net

Os motivos de atrasos do Debian Etch

imagemFoi publicado no site Desktoplinux.com um artigo analisando os motivos pelo qual o Debian Etch - futura versão estável da distribuição - está tendo seu lançamento tão adiado, já que, no planejamento original, o mesmo deveria estar disponível em 4 de dezembro do ano passado.

De acordo com Andreas Barth, desenvolvedor do Debian e gerente do Etch, tal lançamento está atrasando porque "Algumas pessoas que costumavam trabalhar bem reduziram seu envolvimento drasticamente".

Ele ainda completou que o código do Debian Etch foi congelado desde 11 de dezembro, uma semana depois da data prevista para o lançamento final. Contudo, este não foi um congelamento que fosse sinônimo de estabilidade, segundo a DesktopLinux, pois ainda estão sendo feitas sérias alterações nos pacotes, principalmente aqueles menos usados, como o Zope.

Contudo, a equipe está fazendo pouco esforço para corrigir os restantes 93 bugs que faltam para um lançamento final, pois, desde janeiro, somente 14 foram solucionados. Desses 93, 73 tem patches e 20 tem correções que ainda não foram enviadas, a maioria nem ao menos foi testada. Mas como foi dito, são pacotes de popularidade muito baixa, mas faz parte da política do Debian lançar todos os pacotes, estáveis.

O atraso ainda se deve ao modo de trabalho da equipe. Segundo o site, cada um dos desenvolvedores trabalham por si, sem nenhuma meta ou objetivo comum, um pilar importante que falta, pois isso é fundamental para um pleno sucesso.

O DesktopLinux ainda tentou falar com o líder do Projeto Debian, mas não obteve resposta. O que resta é aguardar a tão esperada estabilização oficial dos repositórios Etch, que serve como base para milhares de distribuições, inclusive o Kurumin.

Veja a nota original em:

http://www.desktoplinux.com/news/NS7298352657.html

Fonte: GuiaDoHardware.net

PlayStation 3 terá versão com Linux pré-instalado

imagemA empresa produtora do YellowDog Linux, TerraSoft, está aceitando encomendas para o video-game Sony PlayStation 3 com Linux pré-instalado, em adição ao sistema operacional nativo. Além disso, a TerraSoft, IBM, RapidMind e o High Moon Studios estão oferecendo seminários para ajudar os desenvolvedores de jogos a explorarem a arquitetura PS3 Cell.

"O video-game da Sony não roda o Linux em seu sistema operacional padrão. Contudo, o processador Cell CE começou a ser suportado pelo kernel do Linux desde o último ano, e a TerraSoft ofereceu uma versão de seu YellowDog Linux para o PS3 desde outubro - um mês depois do início das vendas do aparelho.", comentou a LinuxDevices.com.

imagem2
Enlightenment E17 - o ambiente gráfico do YellowDog


A TerraSoft disse que seus PlayStation 3 com YellowDog virão com um DVD, guia do instalação, adesivos e um brinde (provavelmente um cachorrinho de brinquedo). O hardware compõe-se de um HD 60GB, 256 Rambus RAM não expansíveis, Gigabit Ethernet, WiFi, 4 portas USB, tocador de DVD BlueRay, e portas gráficas HDMI e Sony Multi AV. Os usuários poderão comprar acessórios como teclado e mouse, além de cabos para vídeo em alta definição.

A empresa está aceitando diretamente encomendas sem garantias de tempo, e o PlayStation 3 com Linux terá um preço de em média 650 dólares.

Veja mais em:

http://www.linuxdevices.com/news/NS7863481537.html

Fonte: GuiaDoHardware.net

Aparelhos móveis podem expor redes corporativas a ameaças de segurança

Framingham - Aumento no número de funcionários que usam aparelhos móveis, aliado ao relapso de muito deles, pode minar segurança corporativa.

A última ameaça de segurança que ronda escritórios está facilmente acessível às mãos em fivelas nos cintos ou jogados em bolsas dos funcionários.

Aparelhos sem fio que podem enviar e receber e-mail - smartphones com Windows Mobile e Symbian ou a linha BlackBerrie - estão emergindo como ameaças corporativas sérias por seu uso ter se tornado tão amplo e avançado que crackers estão se focando nos gadgets para roubar dados corporativos, afirmas experts de segurança e fabricantes.

"Já houveram casos de vírus e outros malwares que atingem telefone celulares sem qualquer tipo de conseqüência mais grave, mas definitivamente haverá problemas maiores", analisa David Ferris, presidente da Ferris Research.

Ameaças em mensagens móveis ainda são raras, de acordo com David Champine, diretor-sênior de marketing de produtos da fabricante de segurança Cloudmark.

Um deste é o spam de SMS, que pode direcionar o usuário atingido para um site onde o cracker vende algum produto ou, pior, induzir o download de softwares que roubam dados financeiros e pessoais dos usuários.

Esta preocupante forma de spam acontece há anos, mas prevalece nos Estados Unidos, onde o envio de mensagens é bem mais popular que na Europa e Ásia.

Muito mais preocupantes são as ameaças que surgem que empregados acessam seus e-mails corporativos e outras aplicações a partir de um aparelho sem fio, disse Champine.

Como muitos usuários navegam normalmente e checam seus e-mails a partir dos gadgets, que não têm antivírus, antispam e outros softwares de segurança em sua maioria, os aparelhos podem servir para infectar micros de mesa, explica Champine.

Como o aparelho móvel do funcionário está aberto para tais ameaças, a rede inteira de toda a companhia também fica quando o gadget é sincronizado com o servidor de Exchange ou com a aplicação CRM do ambiente corporativo, afirmou ele.

"As pessoas confiam nestes aparelhos, pelo fato de haver a responsabilidade dos profissionais de TI, mas crackers sempre buscam pelo maior retorno na porta de acesso menos conhecida do aparelho", afirma.

Crackers também começam a ensaiar ataques diretos às redes dos provedores de serviços móveis.

A McAfee, que desenvolve softwares de segurança para operadoras móveis que protegem telefones celulares de vírus, cavalos-de-tróia e outras ameaças, no começo do mês divulgou descobertas de um estudo mundial com 200 operadoras.

Dos respondentes, Cerca de 83% afirmou que suas redes foram infectadas por ameaças que afetam os aparelhos conectados a elas.

Os entrevistados também disseram que o resultado primário destes malwares em seus negócios é a diminuição da confiança e satisfação dos clientes - que pode ser um grande problema na indústria móvel, em que usuários trocam rapidamente de operadora -, além da diminuição da performance da rede.

Há um preço a ser pago, no entanto, para melhor segurança móvel. Empregados com gadgets não demorarão em lamentar se precisarem carregar um telefone apenas para o e-mail corporativo e outro para assuntos pessoais, afirma ele.

Departamentos de TI deverão limitar a quantidade de dados trafegados que o usuário pode acessar na rede interna, o que pode reduzir o risco de infecções e invasões.

*Cara Garretson é editora do NetWork World, em Framinghan.

Fonte: IDG Now!

Celular com chip para recepção de TV digital chega ao País mais cedo

São Paulo - Qualcomm antecipa em um mês o lançamento do chip que permitirá recepção de TV pelo celular em três padrões diferentes.

A Qualcomm antecipou em cerca de um mês o lançamento mundial do chip Universal Broadcast Modem (UBM), que permite receber sinal de programmação televisiva no celular em três padrões: o americano MediaFlo, criado por ela mesmo, além do DVB (europeu) e do ISDB (japonês), este último de quem o Brasil vai adotar a modulação na TV digital nacional.

A companhia acredita que os primeiros aparelhos celulares com o chip cheguem ao mercado no início de 2008, o que será também o período do início da implantação da TV digital brasileira em caráter comercial. "Os calendários ficarão bem casados", afirmou Paulo Breviglieri, diretor de tecnologia da Qualcomm Brasil.

Do momento em que a Qualcomm coloca o chip no mercado até o desenvolvimento de um aparelho celular com ele e sua chegada ao consumidor costuma levar entre nove e 12 meses, como explicou Breviglieri.

O ministério das Comunicações espera que em julho já comecem os testes de transmissão no padrão digital de TV em São Paulo, enquanto a estréia comercial está marcada para dezembro, também a partir da capital paulista.

De acordo com o executivo, as adaptações que o governo brasileiro pretende implantar no sistema japonês não influenciarão a possibilidade de que o mesmo chip da companhia possa ser usado pelos brasileiros em seus celulares, já que o governo pretende implantar tecnologia nacional no middleware ou nos aplicativos de vídeo.

Segundo Breviglieri, Motorola e Samsung já se preparam para lançar no mercado aparelhos celulares que contenham o chip UBM, "mas outros virão". Essas duas fabricantes já fizeram, inclusive, demonstrações dos modelos em feiras do setor.

Além de já ter dois contratos fechados nos Estados Unidos com a Cingular e a Verizon, para a transmissão de TV no celular pelo padrão MediaFlo, a Qualcomm concluiu recentemente testes com uma empresa de radiodifusão no Reino Unido, a British Sky Broadcasting Limited (BSkyB).

Fonte: IDG Now!

Versão européia do PlayStation 3 executará menos jogos antigos

AMSTERDÃ (Reuters) - A versão européia do PlayStation 3 executará menos jogos antigos do PlayStation 2, quando for lançada em 23 de março, do que os modelos lançados anteriormente no Japão e nos Estados Unidos, anunciou a Sony nesta sexta-feira.

"A compatibilidade com títulos antigos não será tão boa quanto nos modelos japonês e norte-americano", afirmou um porta-voz da Sony.

O PlayStation 3 (PS3) foi lançado inicialmente em novembro no Japão e América do Norte, e o modelo a ser introduzido na Europa terá projeto um pouco diferente.

O software assumirá a responsabilidade por algumas funções antes executadas por chips específicos, o que significa que número bem menor de jogos do PlayStation 2 (PS2) poderão ser executados em um PS3 europeu, se comparado aos modelos de PS3 japoneses e norte-americanos, capazes de executar 98 por cento dos jogos antigos.

"A Sony está administrando as expectativas ao informar agora que o novo console executará menos títulos antigos, e isso é bom", disse o analista Alex Kwiatowski, do grupo britânico de pesquisa de mercado Vertical Market Technologies.

Ao longo dos últimos 18 meses, a Sony teve de enfrentar uma série de desastres de relações públicas, incluindo o recolhimento de quase 10 milhões de suas baterias para laptops, atrasos no lançamento do PS3 e violações de segurança em computadores de usuários causadas por um programa de proteção a direitos autorais usados em alguns de seus CDs de música.

Kwiatowski disse que os jogadores que dispõem de um PS2 teriam de manter o velho aparelho se desejam continuar jogando os títulos atuais de sua coleção.

"Estou decepcionado com a perda de compatibilidade, mas até mesmo os mais nostálgicos e sentimentais jogadores se deixarão impressionar pelos novos recursos oferecidos nos jogos para PS3", disse o analista.

As capacidades gráficas e de som do PS3 são muito superiores às do PS2.

"Em lugar de pensar na compatibilidade com títulos antigos, no futuro os recursos da empresa serão concentrados no desenvolvimento de novos jogos e recursos exclusivos para o PS3", afirmou a Sony Computer Entertainment em comunicado.



Fonte: Yahoo! Notícias

As 10 melhores (e piores) coisas sobre a Apple, segundo articulista

APÓS escrever sobre o que acha serem as 10 piores coisas que dizem respeito à Apple Inc., fabricante do iPod e do computador Macintosh -- em cujo artigo o autor relacionou "qualidades" como arrogante, litigiosa e lunática -- articulista do Silicon.com procura agora (e encontra) o que a empresa de Steve Jobs tem de bom.

"As pessoas parecem tanto amar quanto odiar a Apple. No período em que o Silicon.com tem publicado notícias sobre a empresa os comentários recebidos são sempre os mais animados e polarizados em seus pontos de vista", observa Seb Janacek em seu artigo.

Baseado em anos de feedback de leitores no site e no fórum do Silicon.com, Janacek relaciona o que há de melhor em relação à Apple Inc. (ordem irrelevante):

  • O Mac: "Seus excelentes recursos agora fazem parte de cada computador pessoal existente no mundo hoje".
  • Facilidade de uso: "O Mac OS, em particular, há muito tem a fama de ser mais amigável que o Windows".
  • iPod: "O impacto do produto tanto na Apple quanto na música digital não pode ser subestimados."
  • Inovação: "A fabricante do Mac é quem dita a agenda tanto do hardware quanto do software. Onde a Apple lidera, outros seguem."
  • Steve Wozniak: "É um gênio da engenharia, anos à frente de seu tempo, cuja visão fundamentou a computação moderna."
  • Steve Jobs: "Talvez mais que qualquer outro CEO, Jobs é sinônimo da companhia que dirige e a idéia da saída desse grande homem é suficiente para causar palpitações no coração de fãs do Mac e de acionistas."
  • Mac OS X: "Amigável, elegante, estável e (até agora) praticamente à prova de vírus, cheio de boas qualidades. O Windows Vista chegou para a festa com seis anos de atraso, agarrado a uma garrafa de Blue Nun." [Blue Nun, ou "Freira Azul", era uma marca de vinho vista por alguns como um totem à cafonice e à falta de sabor, segundo artigo sobre vinhos escrito por Tom Cannavan.]
  • Mitologia: "A Apple é a maior das histórias do Vale do Silício, tendo começado sua vida em um quarto antes de mudar-se para uma garagem."
  • iPhone: "Chegando em algum momento do próximo verão, trata-se de uma enorme aposta para Steve Jobs e turma, mas aposto que será sua próxima história de sucesso."
  • Uma alternativa: "Hegemonias mudam mais ou menos a cada década. A IBM teve seu momento, a Microsoft está tendo o dela, o Google pode ser o próximo, mas a Apple provou ser a mais durável alternativa para o consumidor e uma rival para os principais jogadores pelos últimos 30 anos devido aos nove motivos listados acima."
Muito mais detalhes no artigo completo de Janacek. Vale a pena também a leitura de sua relação das 10 piores coisas da Apple, aqui.

Fonte: MacPress

Windows Vista Roda Melhor Se Tiver 4 Gb de Memória !

Windows Vista (ex-Longhorn) Estas palavras são de David Short, responsável da IBM, e que afirma que 4 Gb é a memória necessária e ideal para tirar o máximo partido do novo sistema operativo da Microsoft.

Esta informação não deixa de ser um pouco contraditória, quando a própria empresa (e criadora) do sistema operativo afirma que o Windows Vista precisa apenas de 512 Mb de memória RAM para rodar sem problemas.

Os fabricantes dão o selo de "Windows Vista Capable" às suas maquinas com os 512 Mb de memória e com um processador (no mínimo) a 800 Mhz, mas estes recursos são sem duvida poucos para quem quer correr o sistema operativo em toda a sua plenitude.

A Dell, por exemplo, recomenda o uso do Windows Vista em equipamentos com o mínimo de 2 Gb de memória...

512 Mb, 2 Gb, 4 Gb ? Qual a sua opinião ? Deixe um comentário!

Fonte: CDRWXP

domingo, 18 de fevereiro de 2007

Agradecimentos e desculpas

   Aos parentes, amigos e colegas.
   Escrevo esta mensagem para agradecer e me desculpar com vocês.

   Agradecer pelas 4.512 mensagens de alerta que vocês me enviaram este ano.

   Graças a elas tomei algumas atitudes que mudaram minha vida:


 * Já não saco dinheiro em caixa eletrônico porque vão me colar um adesivo  amarelo e quando eu dobrar a esquina vão me roubar;


* Já não tomo coca-cola desde que me avisaram que um cara caiu no tanque  da fábrica e ficou totalmente corroído;

* Não vou ao cinema com medo de sentar numa agulha contaminada com o  vírus da aids;

* As mulheres da minha casa estão com uma inhaca de gambá porque  desodorante causa câncer de mama;

* Não estaciono o carro em shopping center com medo de cheirar perfume e  ser seqüestrado e violentado;

* Não atendo celular com medo que alguém peça para digitar para o Irã;

* Estou bebendo 2 litros de água oxigenada por dia e tomando chá e banho  com folhas de beringela, graviola, morango, repolho, couve-flor e acerola  para prevenir câncer de próstata, estômago, fígado, céu-da-boca e  batata-da-perna, além de gripe, rubéola, tifo e coqueluxe e, também, uma  possível infecção generalizada, caso eu venha a ser operado ;


* Não como mais nada do Mac Donald's, pois é tudo feito com carne de minhoca;

 

* Não como mais carne de frango, pois os frangos foram alterados  geneticamente e têm seis asas, cinco coxas e não têm bico, penas nem cabeça;


* Não como mais ninguém em motel porque tenho medo de acordar numa  banheira cheia de gelo e sem meus rins;

* Refrigerante e cerveja em lata, nem pensar!!! Tenho medo de encontrar o  dedo daquele maluco lá de cima ou então morrer da mijada do rato;

* Estou quase falido, pois doei tudo para a campanha em prol da operação  da Renatinha, que é uma menina que precisa fazer uma operação urgente, pois  só tem mais dois meses de vida - desde 1998. Estou apoiando essa campanha,  mas acredito que até 2008, quando ela completar 10 anos tudo vai mudar. Em  apenas 10 aninhos juntaremos o suficiente para a operação;

* Apesar de não tomar coca-cola há algum tempo, também não chupo Mentos e  nenhum tipo de bala, por precaução. Aliás, acho que antigamente alguém deve  ter colocado um pedaço de manga numa garrafa de leite e o resultado deve ter  sido semelhante;

* Ajudei a encontrar 18.729 crianças desaparecidas. Interessante mesmo  foi saber que vários gêmeos desapareceram em épocas e lugares bem distantes, pois a Bruna (desaparecida no interior de Minas Gerais) só pode ser gêmea da Samantha (desaparecida 2 anos depois  no Rio Grande do Sul), porque as fotos  são iguaizinhas. E,  assim  como elas,  foram vários outros;

* Meu sótão está abarrotado de garrafas pet cheias de óleo de cozinha  usado que, conforme orientado, nunca mais joguei fora pelo ralo (nem por  lugar nenhum);

* Senti-me renovado, revigorado e iluminado todas as 246.794 vezes que  recebi aquelas mensagens de amizade, auto-estima e incentivo à vida, mesmo  que algumas tenham vindo mais de 20 vezes. Ah, e aquelas musiquinhas, então,  quanta emoção! Fico imaginando um Power Point desses com a narração do Cid Moreira...

Mas quero, também, pedir desculpas e me lamentar porque, por eu ser  teimoso e insensível e não acreditar em correntes, sou o responsável por  você não ter recebido:

   * O celular Ericsson, quando repassou os e-mails para 2.366 amigos;

   * Os U$ 1,000 da AOL, quando recomendou a 1.354 amigos que visitassem aquele site;

   * Seus U$ 3.000.000,00 e suas 4 Ferraris pela divulgação dos anjos, santos, arcanjos e querubins, da sorte, sabedoria, inteligência, fertilidade, virilidade, competência, fraternidade, bondade e genialidade;

   * Os R$ 754.299.479.392.475,92 referentes a todas aquelas correntes  maravilhosas em que basta repassar e reposicionar os nomes na lista.

Também sou culpado de você não ter dado umazinha ainda com a Ciccarelle,  nem com a Galisteu nem com aquela gostosa do 103, ou, no caso das  mulheres, não ter passado aquela noite maravilhosa com o Brad Pit, nem com o Jorge Clooney, nem com nenhum ator Global - que foram seus desejos quando
enviou correndo para dez amigos o mantra mágico do Tibet.

Pode me culpar por sua sogra ainda  não   ter ido embora, apesar de você  ter desejado com fervor ao repassar para 18 amigos aquela oração.

Tudo isso porque, por causa da minha teimosia e falta de sensibilidade,  quebrei todas as suas correntes e não enviei para ninguém.

Por isso, a partir de hoje, quero me redimir. Tendo em vista que continuo  sendo um idiota que não acredita nessas coisas, mas não quero te prejudicar,  a partir de agora, toda vez que receber um e-mail seu recomendando repassar  para 3 amigos, devolverei 3 vezes para você. Assim, não repassarei, mas  também não quebrarei sua corrente. Se recomendar repassar para 5 pessoas,  devolverei 5 vezes para você. E assim por diante, até o limite de 10.
Porque, se a mensagem recomendar o envio para mais de 10, deve ser uma  corrente muito poderosa. Então, para te ajudar, prometo que te devolverei 50  vezes.

Por tudo isso, meus queridos, agradeço do fundo do coração (sem musiquinha) e peço desculpas. Mesmo para aqueles que também não acreditam  nessas coisas, mas, como não custa nada, acabam seguindo à risca as orientações e repassando.

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007

Hotspot! Aonde acha los?

Lendo um post no Blog "Chá Quente" chamado "a alegria da Vex no caos dos aeroportos"
eu fiquei revoltado com a falta de provedores de internet WI-FI no Brasil, pois e praticamente a VEX e alguns poucos hotspot grátis que são um difíceis de se achar.

Eu fiquei pensando em como ajudar a quem procurar um hotspot e não tem bateria ou coragem suficiente para ficar andando pelas ruas das cidades caçando uma rede sem fio!

Então depois de algumas buscas, acabei selecionando alguns sites que acredito serem os mais uteis para quem que ir ao lugar certo com acesso a Wi-Fi

  • free-hotspot.com - Este site e praticamente uma lista de Hotspot gratuitos espalhados pelo mundo, só fiquei triste pois só tem 4 desses no estado do Rio de Janeiro e nenhum e nem se que perto da minha casa
  • Wi-FiHotSpotList.com - Esse se define como "The Definitive WiFi HotSpot Directory" embora eu ache um pouco exagerado, acabei encontrando 30 HotSpot no Rio de janeiro, muitos VEX e alguns Virtua e outros.
  • Trustive - Esse oferece "wireless Internet access from only 8.9 Euro cents per minute!" em uma simples busca por hotspot no Rio descobrir que esse oferece o Download do resultado da busca num arquivo do MS-Excel, embora não informe se os Hotspot são gratuidos ou pagos logo de cara basta clicar o hotspot desejado que você verá o endereço e o provedor de acesso. além de vantagem do download da lista!
  • VEX - Como não podia faltar aqui! você pode procurar pelos hotspot da VEX mais perto de você
  • Windows Live™ WiFi Hotspot Locator Beta - Embora ainda em Beta este site se mostra muito útil pois além da simplicidade da pagina este vai direto ao ponto, e permite escolher em hotspot pagos, gratuitos ou ambos
Espero ter ajudado alguém fazendo esta lista

WinPolicy - controle o acesso de seu computador


Achei um excelente programa para quem precisa controlar o acesso de seu computador, o programa se chama WinPolicy, mas não se deixe enganar pelo nome, ele é totalmente brasileiro, além disso é freeware, ou seja, totalmente gratuito e não expira.

Existem várias opções de bloqueio nesse programa, desde bloquear horários para usuários, como impedir a alteração de configurações do computador, impedir acesso à Internet ou páginas especificas.

É uma ótima opção para quem divide o computador com outras pessoas, mas quer impor limites ao usuário. O programa disponibiliza uma grande gama de opções, onde você poderá criar uma conta para cada usuário e personalizar as características da mesma.

Para baixá-lo siga este link ou acesse o site, vale lembra que o software roda em Windows 95, 98, ME, NT, 2000, 2003 e XP.

Fonte: NoveBytes

Ubuntu: Importantes Decisões

Dia 13, a “Ubuntu Technical Board” tomou duas importantes decisões que se referem a proxima versão do Ubuntu, ou seja, a versão 7.04 agendada para meio de abril:

Drivers de vídeo

Não será incluido drivers propietários por padrão. O sonho de AIGLX, XGL+Beryl prontinho para ser usado foi por água abaixo. Por outro lado, é uma decisão muito importante, pois fica a critério do usuário instalar ou não drivers propietários. E acredite em mim, muitos usuários preferem drivers alternativos.
Só para esclarecer ainda mais… o usuário poderá usar o driver que quiser. Eles apenas não estarão ativados por padrão.

Arquitetura PowerPC (PPC)

Sem muitos rodeios: A distribuição destinada a arquitetura PowerPC será classificada como não-oficial. A versão continuará a existir, mas será mantida unica e exclusivamente pela comunidade. É de se esperar que o programa de ShipIt desta versão também poderá ser descontinuada.

As fontes deste artigo são:

https://lists.ubuntu.com/archives/ubuntu-announce/2007-February/000098.html

http://www.markshuttleworth.com/archives/95

Eu sinceramente esperava uma revolução 3D na proxima versão do Ubuntu, mas eu li e re-li tudo que foi noticiado oficialmente e entendo os motivos que levaram a equipe a tomar essa decisão.

Fone: NeoComputing

terça-feira, 13 de fevereiro de 2007

HP lança celulares com acesso remoto

celhp.jpgA HP vai lançar uma série de telefones celulares chamada de iPaq 500. A grande diferença desses celulares em relação aos demais é que ele pode ser acessado remotamente. Assim, se por acaso você esquecer o celular num táxi, poderá apagar qualquer arquivo comprometedor que esteja no celular.

O telefone usa o novo Windows Mobile 6, que vem como o Mobile Outlook, Mobile IE, entre outros programas. A capacidade de armazenamento do celular é de 128mb, por meio de um cartão expansível. Além disso, o celular oferece todos aqueles recursos de um telefone moderno: comando de voz, bluetooth , player de música, video, games e fotos. A bateria dura por seis horas de conversa.

A HP ainda não determinou o preço do aparelho, que deverá ser oficialmente lançado nos próximos meses.

Fonte: TNow

Informações sobre o ACCESS, sucessor do PalmOS

O PalmOS Garnet usado nos Palms atuais é um sistema relativamente ultrapassado, que não recebeu muitas melhorias nos últimos dois anos. Para piorar, as notícias de que ele em breve será substituído pela plataforma ACCESS, que roda em Linux, tem afastado os desenvolvedores, que preferem esperar ao invés de investir seu tempo de desenvolvimento em uma plataforma que está prestes a ser descontinuada.

O problema é que, apesar dos anúncios prematuros, não são divulgadas muitas informações sobre a nova plataforma, criando um vácuo cada vez maior, que tem minado as vendas e a credibilidade da plataforma como uma todo.

Uma demonstração feita durante o 3GSM coloca alguma luz sobre o tema, mostrando a nova interface e enumerando algumas das empresas que estão desenvolvendo softwares para ela. Também foi disponibilizado uma versão preliminar do SDK, a suíte de desenvolvimento que permite desenvolver para a plataforma.

access

Embora seja baseada em Linux, a plataforma ACCESS é um sistema comercial, cujo sistema de licenciamento não é muito diferente do de um sistema proprietário qualquer. Algumas partes do sistema tem seu código aberto, mas a maior parte é composta de módulos proprietários. De qualquer forma, os progressos são uma boa notícia, pois com senilidade do Garnet, ficamos sem muitas opções além do Windows Mobile.

A notícia original:
http://www.palminfocenter.com/news/9244/access-linux-platform-demoed-at-3gsm/

Mais detalhes:
http://www.palminfocenter.com/news/9246/new-alp-details-and-screenshots/

Fonte: GuiaDoHardware.net

AMD Crossfire Xpress 3200: solução rápida para placas Intel

Não, o título da notícia não está errado. O site Tom's Hardware Guide publicou recentemente uma análise do chipset AMD Crossfire Xpress 3200 para placas Intel. Conhecido também como RD600, esse é mais um resultado da aquisição da ATI pela AMD.

"Com o Intel P965/975X e Nvidia's nForce 680i SLI no topo do mercado, o AMD Crossfire Xpress 3200 para Intel é a terceira opção para quem deseja possuir uma plataforma Core 2 Duo com uma opção extensiva de interfaces para periféricos e gráficos. Assim como seus concorrentes, o Crossfire Xpress 3200 é baseado em dois chips: o Northbridge, cuidando da interface com a CPU, controlador de memória e conectividade PCI Express, e o Southbridge, responsável pelo componentes I/O como os Serial ATA, USB 2.0, áudio de alta definição e slots PCI de 32 bits."

img

O site faz uma análise de 12 páginas sobre o chipset, comparando-o com os dois concorrentes: da Intel e nVidia. É uma boa leitura para aqueles que queiram saber novidades sobre o mercado do hardware:

http://www.tomshardware.com/2007/02/13/amd_crossfire_xpress_3200_chipset_for_core_2_rolls/

Progresso do projeto Autopackage cai

imgSegundo o site Linux.com, o projeto Autopackage anda tendo dificuldades de aceitação entre os usuários do Linux.

O Autopackage criou um formato de instalador que universalizava a questão da distribuição de aplicativos, ou seja, o mesmo arquivo de instalação para um sistema Debian era usado num openSUSE, por exemplo, não substituindo os famosos pacotes, apenas complementando-os. Isso seria de grande importância para todas aas distribuições, acabando nativamente com a incompatibilidade de instaladores entre as mesmas.

"Há 14 mesmes, o Autopackage era um pequeno projeto, pequeno e ativo, e os membros eram otimistas acerca dele. Agora, embora o instalador alternativo continua, o progresso caiu quase pela metade. O canal #autopackage" no servidor irc.oftc.net fica vago durante vários dias, o blog dos desenvolvedores não falam de mais nada exceto o projeto, e o acesso ao código-fonte passou a ser raro. Formalmente, o projeto continua vivo, mas a maioria dos contribuidores afirmam que ele está "tropeçando". Então, o que aconteceu?" - Esse é o texto de introdução da matéria no Linux.com.

Segundo o site, o projeto anda "caindo" por vários motivos. Entre eles, esa o pequeno número de desenvolvedores, o que naturalmente atrapalha o progresso. Outro fato é o conservadorismo das distribuições e dos usuários, que preferem usar o que já conhecem, os pacotes nativos, do que outras soluções.

O Autopackage não está morto, mas está num baixo desenvolvimento. Resta esperar e observar a aceitação por parte dos usuários ao longo dos anos e verificar se a padronização do Linux anda caminhando para frente ou para trás.

Confira a matéria completa (inglês):

http://specialreports.linux.com/article.pl?sid=07/02/09/0854226&tid=138&tid=113

Fonte: GuiaDoHardware.net

Motorola mostra seu novo celular baseado em Linux 2.6

A Motorola mostrou no 3GSM World Congress o seu novo celular baseado em Linux e "kJava", o MotoRIZR Z6. Segundo a empresa, trata-se de "um novo sistema operacional Linux que incorpora o kJava".

Jennifer Lyons, especialista em aparelhos móveis da Motorola, disse que o Z6 é baseado no MontaVista Linux (MobiLinux 4.1) e no Java KVM (K virtual machine), da Sun. Ao contrário das versões dos outros celulares baseados no sistema livre, que tinham o kernel 2.4.20, o novo aparelho possui a versão 2.6.10.

imagem

Ele possui também processador TI SCMA-11, derivado do i.MX31, baseado no Freescale ARM11, com a arquittura "single-core", ou seja, apenas um chip cuida de todo o processamento.

O celular possui entrada USB 2.0, 64 MB expansíveis a 2 GB de memória, câmera de 2 MP, Bluetooh, suporte à tecnologia Windows Mobile (não escrevi errado :-P - este é o primeiro aparelho que apesar de usar Linux, incorpora tais tecnologias), rádio FM, etc.

Para conferir mais, visite:

http://www.linuxdevices.com/news/NS5483295736.html

http://www.motorola.com/motoinfo/product/details.jsp?globalObjectId=176


Fonte: GuiaDoHardware.net

Winamp v5.33

O Winamp é um dos mais populares players de mp3 da Web. O programa suporta praticamente todos os formatos de áudio, reproduz vídeos, permite ripar CDs e conta com uma vasta coleção de plug-ins e skins em seu website.

Mudanças nesta vesão:

* Improved: [gen_ml] unicode tree item title support
* Improved: [NDE] speed optimizations
* Improved: [ml_history] localized dates
* Improved: [ml_local] Unicode media library support
* Improved: [ml_playlists] now uses m3u8 to retain unicode file info
* Improved: [ml_playlists] playlists in send-to submenu
* Improved: [ml_pmp] playback-from-device of unicode filenames
* Improved: [ml_wire] moved discover page to main page
* Improved: [pmp_p4s] auto-detection of supported file formats
* Fixed: playlist directory loading fix (again)
* Fixed: recursive playlist loading
* Fixed: video lockup when switching video display settings
* Fixed: HTML playlist generation
* Fixed: temp file cleanup after burning
* Fixed: Alt+L from video window
* Fixed: fullscreen video display drawing glitch
* Fixed: recursive shortcut loading
* Fixed ASX Loader not reading local relative paths correctly
* Fixed: [gen_ml] & needs expanding to && for any menu entries showing filenames
* Fixed: [in_flac] not saving genres.txt in multiuser directory
* Fixed: [in_mp3] create id3v2 tag when writing album artist
* Fixed: [in_mp3] workaround for id3v2.4 tags with badly formatted frame sizes
* Fixed: [in_vorbis] writing blank metadata instead of erasing
* Fixed: [in_wave] sometimes not remembering custom extensions
* Fixed: [in_wm] stack overflow on hi-def multichannel audio with replaygain enabled
* Fixed: [in_wm] File Info editor album artist not saving
* Fixed: [ml_local] Modern skin pledit winshade 'Manage Playlist' button bug
* Fixed: [ml_local] ignoring files with ellipsis (...)
* Fixed: [ml_local] editing disc via 'edit selected items'
* Fixed: [ml_local] sorting fix
* Fixed: [ml_local] ratings menu
* Fixed: [ml_local] crash when sorting by replaygain
* Fixed: [ml_local] deadlock when retrieving title to guess metadata
* Fixed: [ml_local] no longer causes unicode files in playlist to display ?????
* Fixed: [ml_playlists] time column and 'status' in statusbar
* Fixed: [ml_pmp]
* Fixed: [ml_rg] multi-channel files being calculated incorrectly
* Fixed: [ml_transcode] bad/missing metadata on transcoded files
* Fixed: [ml_transcode] error on overly long filenames ("can't open destination file")
* Fixed: [ml_wire] podcasts that change titles not updating properly
* Updated: Coding Technologies aacPlus encoder 8.0.3

Download: Winamp 5.33 Full

Download: Winamp 5.33 Pro

Download: Winamp 5.33 Lite


Winamp Home

Fonte: BABOO

Alerta: Falha em IE e Firefox dá acesso a conteúdo do HD

Falhas encontradas mutuamente nos navegadores Internet Explorer, da Microsoft, e Firefox, da fundação Mozilla, permitem que hackers ganhem acesso a conteúdo confidencial do computador de uma vítima através da interação com uma página web.

A vulnerabilidade que atinge tanto usuários de Windows quanto de sistemas Unix, se baseia no fato de que os navegadores possuem funcionalidades que permitem envio de arquivos a servidores remotos.

Bastaria que a vítima visitasse um site com uma "armadilha" e inserisse um pequeno trecho de texto, como um comentário em um artigo, por exemplo, para que um arquivo fosse obtido. Petko D. Petkov, especialista em segurança que ajudou na investigação da vulnerabilidade, afirmou que a técnica pode ser utilizada para revelar dados confidenciais do gerenciamento de contas do Windows ou ainda do diretório /etc/passwd do Unix.

Michal Zalewski, que descobriu a falha no navegador da fundação Mozilla, afirma que a vulnerabilidade é uma variante de uma falha notificada ao Bugzilla (programa de investigação e resolução de falhas dos softwares da fundação) em 2000, e atinge as versões 2.0 e 1.5 do programa. A falha no IE, no entanto, foi comprovada na versão 6 e 7 do navegador.

Duas demonstrações do problema, uma para IE e outra para Firefox estão disponíveis na web e mostram como digitar uma simples mensagem em um campo de texto de um formulário poderia revelar o arquivo boot.ini. A Microsoft disse estar investigando a vulnerabilidade em seu software.


Fonte: Geek

Baterias HP com recarga de 30 minutos

hpnotebook_web.jpgA empresa Boston-Power, em parceria com a HP, desenvolveu uma nova geração de baterias de lítio para notebooks. A tecnologia recebeu o nome de Sonata. As novas baterias possuem o menor tempo de recarga já visto, permitindo que 80% de sua capacidade seja carregada em 30 minutos. Trinta minutos é metade do tempo atual das baterias mais rápidas existentes no mercado. A grande vantagem da Sonata é que pode ser empregada nos notebooks atuais, sem que se faça necessário alterações dos fabricantes nos computadores.

Espera-se que o produto esteja no mercado nesse inverno, sendo que uma demonstração da mesma já foi feita no DEMO 2007. Dr. John Wozniak, da HP, afirma que as baterias de lithium-ion são as melhores soluções de energia para computadores portáteis em um futuro próximo. Além disso, disse que a HP dá boas vindas a qualquer oportunidade de incorporar avanços nessa área em seus produtos.

Fonte: Geek42.org

Beatles não serão exclusivos do iTunes, diz Fox News

QUANDO o catálogo completo da extinta banda de rock inglesa The Beatles estiver disponível para ser baixado legalmente via Internet, esse não será um privilégio exclusivo do serviço online iTunes Music Store, da Apple Inc., conforme tem-se especulado devido ao recente acordo entre a Apple dos Beatles e a Apple de Steve Jobs, segundo uma reportagem.

Roger Friedman escreve no Fox News que Neil Aspinal, cabeça da Apple Corps e escudeiro do legado dos Beatles nos últimos 40 anos, disse-lhe no último fim de semana que todas as faixas da banda inglesa logo estarão disponíveis para download. "Todos os 13 álbuns originalmente lançados em CD em 1987 foram remasterizados. Em algum momento serão todos lançados [para download], provavelmente ao mesmo tempo", disse Aspinal.

Segundo Friedman, Aspinal acrescentou que, agora que "ganhou" sua longa batalha contra a Apple Inc., os Beatles logo estarão disponíveis para download.

Friedman lembra que o último imbróglio jurídico entre as duas Apple ocorreu quando a dos Beatles processou a de Steve Jobs em 2002 alegando quebra do acordo feito entre as empresas em 1991 pelo qual a então Apple Computer (hoje Apple Inc.) estava proibida de atuar no mercado musical com a marca Apple. Em decorrência do processo de 2002, a empresa de Steve Jobs pagou à dos Beatles cerca de US$ 43 milhões. "Jobs et al ganharam, mas o caso foi para apelação. Antes que a corte de apelações tomasse uma decisão, um acordo foi feito", referindo-se ao assinado entre elas no início de fevereiro de 2007.

Friedman diz ainda que outras fontes suas (e não o próprio Aspinal, com quem não discutiu o assunto) dizem que os Beatles podem ter ganho da Apple Inc. o direito de receber royalties sobre o iTunes e o hardware do iPod como parte do acordo, mas que ele não envolve downloads. "Mas agora Aspinal diz que, quando as músicas dos Beatles forem oficialmente oferecidas na Internet, 'estarão em todos os serviços, e não em só um'. Portanto, todas as músicas dos Beatles estarão no iTunes, no Rhapsody, etc."

Mais detalhes no artigo completo de Friedman.

Fonte: MacPress

iPhone não é ameaça, diz fabricante do BlackBerry Pearl

A Research In Motion (RIM) não se sente ameaçada pela entrada do iPod-celular iPhone no mercado, diz seu diretor-presidente, que produz o smartphone BlackBerry Pearl. Para ele, o iPhone é só mais um.

"É mais uma novata num já bastante concorrido espaço com muitas escolhas para o consumidor", disse Jim Balsillie, da RIM, sobre a Apple, conforme relatado por Wojtek Dabrowski para a agência Reuters. "Mas em termos de ameçara ao BlackBerry, acho que isso é exagero."

Segundo Dabrowsky, Balsillie disse que o lançamento do iPhone torna válida a idéia de que deve-se esperar que telefones celulares incorporem recursos multimídia, como música.

Dabrowsky observa que o Pearl teve boa aceitação pelo mercado, ao passo que alguns analistas questionam a decisão da Apple de posicionar o preço do iPhone -- que, indubitavelmente, é inovador em diversos aspectos -- no um tanto elevado patamar de 500 dólares para o modelo de 4 GB.

"O custo tem sido um obstáculo-chave na conversão de usuários de telefone celular em usuários de handhelds mais caros. O Perl é vendido pela operadora T-Mobile por US$ 149,99", relata Dabrowsky.

Mais detalhes no artigo completo de Dabrowsky.

Fonte: MacPress

Quer ser beta tester do Windows Home Server beta 2?

O Windows Home Server já se encontra no estágio beta 2, e para refinar ainda mais o novo sistema, a Microsoft abriu vagas para beta testers voluntários. Mas não se anime, pois os requerimentos são vários e complicados. Para começo de conversa, é preciso ter um PC relativamente potente dedicado ao Home Server. Recomendam no mínimo um Pentium 4 ou equivalente, 512 MB de memória, e dois ou mais HDs, com no mínimo 300 GB de espaço. Como trata-se de um sistema servidor, é preciso ter clientes, o que significa que, além da máquina principal (servidor), pede-se também no mínimo mais dois PCs, para que sejam conectados a ele. Por fim, conexão banda larga.

O registro pode ser feito neste link. Note que a Microsoft não garante que todos os registrados serão aceitos no programa.

Para dirimir dúvidas, e acompanhar as novidades do Windows Home Server, a Microsoft criou um fórum de discussão:

Fonte: WinAjuda

Siemens lança telefone com criptografia

A Siemens anunciou que lançará em alguns meses o Gigaset SL965, um aparelho de telefonia móvel com um processador de sinais digitais com criptografia 3072-bit Public Key, que impedirá interceptações em ligações.

Cada ligação gerará uma chave que será destruída após seu término, um recurso que pode atrair clientes empresariais preocupados com a facilidade de interceptação de ligações com as tecnologias digitais atuais.

Nicholas Ord, vice-presidente de inovação na Siemens, afirma que hoje basta digitar certa combinação de teclas em um celular para que seja possível interceptar as chamadas de uma pessoa. Ord explicou existirem, pelo menos, três ou quatro maneiras de interceptar chamadas, que podem acontecer sem que o usuário se dê conta.

Para o executivo, por ser fabricado em um país europeu, o SL965 pode atrair mais usuários corporativos, já que a paranóia faz muitos acreditarem que, mesmo com a criptografia, podem estar sendo observados pelo governo federal americano.

Um conjunto com dois SL965 será lançado inicialmente pelo preço de aproximadamente US$ 3.903, a ser comercializado a partir do segundo trimestre de 2007 em revendas autorizadas.


Fonte: Geek

Reflexões sobre Música

Steve Jobs
6 de fevereiro de 2007

Com o impressionante sucesso do tocador de música digital da Apple, o iPod, e também da loja de música on-line iTunes, pediram para a Apple que ela “abrisse” o sistema de gerenciamento de direitos digitais (DRM, digital rights management, no original em inglês) que ela usa para proteger de roubo, a música que vende, de modo que uma canção comprada da iTunes pudesse ser tocada em dispositivos digitais de outras empresas e, por outro lado, que músicas protegidas, compradas em outras lojas on-line pudessem tocar no iPod. Vamos examinar a situação atual e como chegamos até aqui, para depois olhar três possíveis alternativas para o futuro.

Para começar, é sempre bom lembrar que todos os iPods tocam música que não possui qualquer tipo de DRM e gravadas em formatos licenciados “abertos”, como MP3 e AAC. Os donos de iPod podem comprar, e compram, suas músicas de várias fontes, incluindo de CDs que eles adquiriram. As músicas de um CD podem ser facilmente importadas para o programa iTunes, que pode ser baixado gratuitamente e roda tanto em Macs como em PCs com Windows, e automaticamente codificada nos formatos AAC e MP3 sem qualquer DRM. Essas músicas podem ser tocadas em iPods ou em qualquer outro tocador de música que aceite esses formatos abertos.

O atrito está na música que a Apple vende em sua loja on-line, o iTunes store. Já que a Apple não é dona e não possui controle sobre as músicas, ela deve licenciar os direitos de distribuir as canções de outros, especificamente das “quatro grandes” gravadoras: Universal, Sony BMG, Warner e EMI. Estas quatro companhias controlam a distribuição de mais de 70% da música em todo o mundo. Quando a Apple se aproximou dessas empresas para licenciar suas músicas para distribuí-las legalmente pela internet, elas foram extremamente cautelosas e pediram para a Apple que ela protegesse as canções para que não fossem copiadas ilegalmente. A solução foi criar um sistema de DRM, que envelopa cada canção comprada na iTunes store com um software especial e secreto, assim, elas não poderão ser reproduzidas em equipamentos não autorizados.

A Apple conseguiu negociar direitos de uso inéditos para a época, que incluíam permitir aos usuários tocar suas músicas protegidas com DRM em até cinco computadores e em um número ilimitado de iPods. Obter esses direitos das gravadoras foi algo sem precedentes naquele momento, e até mesmo hoje não foi igualado pela maioria dos serviços de música digital. Porém, um ponto chave do nosso acordo com as gravadoras é que se o nosso sistema de DRM for comprometido e as músicas se tornarem reproduzíveis em equipamentos não autorizados, temos apenas algumas poucas semanas para resolver o problema ou eles podem retirar todo o seu catálogo de músicas da nossa iTunes store.

Para evitar cópias ilegais, os sistemas de DRM podem permitir que apenas equipamentos autorizados possam tocar a música protegida. Se uma cópia de uma canção protegida por DRM é colocada na internet, não deverá ser possível tocar no computador onde ela foi baixada ou em um outro equipamento portátil. Para conseguir isso, um sistema de DRM possui seus segredos. Não existe outra teoria de conteúdo protegido que não seja manter segredos. Em outras palavras, ainda que alguém use o sistema de segredos criptográficos mais sofisticado para proteger uma música, as chaves que destravam os segredos para a música devem ser “escondidas” no computador do usuário ou tocador de música portátil. Ninguém ainda implementou um sistema de DRM que não dependa de tais segredos para sua operação.

O problema, é claro, é que existem muitas pessoas espertas no mundo, com muito tempo livre, que adoram descobrir tais segredos e depois publicar o jeito para qualquer um pegar música grátis (e roubada). Essas pessoas, geralmente, têm sucesso em sua empreitada, assim, qualquer empresa tentando proteger seu conteúdo usando um DRM deve frequentemente atualizá-lo com segredos novos e ainda mais difíceis de serem descobertos. É um jogo de gato e rato. O sistema de DRM da Apple se chama FairPlay. Apesar de termos tido algumas falhas no FairPlay, tivemos sucesso em repará-las, através de atualizações no software da iTunes store, o aplicativo iTunes, e nos programas do próprio iPod. Até o momento, mantivemos nosso compromisso com as gravadoras para proteger suas músicas, e demos aos usuários os direitos de uso mais liberais disponíveis na indústria de música baixada da internet legalmente.

Com esse histórico, vamos agora explorar três diferentes alternativas para o futuro.

A primeira alterativa é continuar tudo como está, com cada um dos fabricantes competindo livremente com seus sistemas proprietários “de ponta a ponta” para vender, tocar e proteger música. É um mercado muito competitivo, com grandes empresas globais investindo pesado para desenvolver novos tocadores de música e lojas de música on-line. Apple, Microsoft e Sony, todas competem com sistemas proprietários. As músicas compradas na loja do Zune, da Microsoft, só irão tocar no Zune; as músicas compradas na loja Sony Connect só tocarão nos aparelhos da Sony; e as músicas compradas na iTunes store, da Apple, só irão tocar em iPods. Esse é o atual modelo de negócios na indústria, e os usuários estão sendo bem servidos com contínuos lançamentos de produtos inovadores e uma grande variedade de escolha.

Alguns argumentam que uma vez que o consumidor compra uma quantidade de músicas de uma das lojas virtuais proprietárias, ele está para sempre restrito a usar apenas os tocadores digitais daquela empresa. Ou, se ele comprar um tocador específico, estará atado a comprar apenas as músicas da loja da empresa proprietária. Isso é verdade? Vamos olhar os dados para os iPods e para a loja iTunes store — eles são os produtos de maior sucesso da indústria e temos dados precisos sobre eles. Até o final de 2006, os consumidores compraram um total de 90 milhões de iPods e 2 bilhões de músicas na iTunes store. Na média, isso significa que foram compradas 22 músicas na iTunes store para cada iPod vendido.

Hoje, o iPod mais popular armazena mil músicas, e uma pesquisa aponta que o iPod normalmente está quase cheio. Isso significa que apenas 22 de mil músicas, ou menos que 3% das músicas em um iPod médio, foi comprada na iTunes store e estão protegidas por DRM. Os outros 97% das músicas estão desprotegidas e podem ser reproduzidas em qualquer tocador que utilize formatos abertos. É difícil de acreditar que apenas 3% das músicas em um iPod sejam o suficiente para obrigar os usuários a comprarem apenas iPods no futuro. E desde que 97% das músicas em um iPod não foram compradas na iTunes store, os usuários de iPod claramente não estão presos a comprarem suas músicas apenas na iTunes store.

A segunda alternativa é a Apple licenciar sua tecnologia FairPlay DRM, para os atuais e futuros concorrentes com o objetivo de conseguir uma interoperabilidade entre tocadores e lojas de música de empresas diferentes. Na aparência, parece ser uma boa idéia, já que pode oferecer aos consumidores mais opções agora e no futuro. E a Apple poderia se beneficiar disso, cobrando um pequeno valor pela licença do seu FairPlay DRM. Porém, quando olhamos mais profundamente, os problemas começam a aparecer. O mais sério deles é que licenciar um DRM envolve revelar alguns dos seus segredos para muitas pessoas, em muitas empresas, e a história nos mostra que dessa maneira invariavelmente esses segredos acabam vazando. A internet tem tornado estes vazamentos muito mais prejudiciais, já que um único vazamento pode se espalhar pelo mundo todo em menos de um minuto. Esses vazamentos podem rapidamente resultar em aplicativos disponíveis para download gratuito na internet, que irão desabilitar a proteção DRM para que as canções antes protegidas possam ser reproduzidas em tocadores não autorizados.

Um outro problema tão sério quanto o anterior é como rapidamente reparar o estrago causado por um vazamento. Um reparo com sucesso provavelmente envolve melhorias no software da loja de música, e também nos aplicativos que vão nos tocadores digitais, introduzindo neles novos segredos, depois é preciso transferir esse software atualizado para as dezenas (ou centenas) de milhões de Macs, PCs com Windows e tocadores já em uso. Isso tudo deve ser feito rapidamente e de maneira coordenada. Tal tarefa é muito difícil quando apenas uma empresa controla todas as partes. É quase impossível se múltiplas empresas controlam partes do quebra-cabeça, e todas elas precisam agir rápida e coordenadamente para reparar o estrago feito pelo vazamento.

A Apple concluiu que se ela licenciar o FairPlay para outros, ela não pode mais garantir que irá proteger a música que licencia das quatro grandes gravadoras. Talvez essa mesma conclusão contribuiu para a recente decisão da Microsoft em mudar a sua ênfase de um modelo “aberto” de licenciamento do seu DRM para outros, para um modelo “fechado”, oferecendo uma loja de música proprietária, software proprietário e tocadores proprietários.

A terceira alternativa é abolir o DRM totalmente. Imagine um mundo onde todas as lojas online vendessem música codificada sem DRM, em formatos licenciados abertos. Num mundo assim, qualquer tocador pode reproduzir músicas compradas em qualquer loja, e qualquer loja pode vender música que será reproduzida em qualquer tocador. Essa é, claramente, a melhor alternativa para os consumidores, e a Apple a abraçaria num piscar de olhos. Se as quatro grandes gravadoras licenciassem para a Apple suas músicas sem o requisito que elas fossem protegidas por um DRM, nós mudaríamos para vender apenas música sem DRM na nossa iTunes store. Todo iPod fabricado tocará essa música sem DRM.

Por que as quatro grandes gravadoras concordariam em deixar a Apple e os outros distribuir suas músicas sem usar os sistemas de DRM para protegê-las? A resposta mais simples é porque os DRMs não funcionaram, e poderão nunca funcionar, para deter a pirataria. As quatro grandes gravadoras exigem que todas as suas músicas vendidas on-line sejam protegidas com DRM, essas mesmas gravadoras continuam a vender bilhões de CDs por ano que contém músicas totalmente não protegidas. É isso mesmo! Não existe um sistema de DRM desenvolvido para o CD, assim, todas as músicas distribuídas em CDs podem ser facilmente colocadas na internet e depois (ilegalmente) serem baixadas e tocadas em qualquer computador ou tocador.

Em 2006, quase dois bilhões de músicas protegidas por DRM foram vendidas em todo mundo pelas lojas on-line, enquanto que 20 bilhões foram vendidas totalmente sem DRM e desprotegidas em CDs pelas próprias gravadoras. Elas vendem a grande maioria de suas músicas sem DRM e não dão sinais de mudar esse comportamento, já que o grosso do seu faturamento depende da venda de CDs que devem tocar em tocadores de CD comum que não aceitam nenhum sistema DRM.

Então, se as gravadoras vendem mais de 90% de suas músicas sem DRM, qual o benefício que elas tem em vender o restante de sua pequena porcentagem de canções, encaixotadas em um sistema de DRM? Parece que não existe nenhum. E ainda, o conhecimento técnico e investimento necessário para criar, operar e atualizar um sistema de DRM limitou o número de participantes aptos a vender música protegida por DRM. Se tais requisitos fossem removidos, a indústria da música poderia experimentar um fluxo de novas empresas dispostas em investir em novas lojas inovadoras e tocadores. Isso só pode ser visto como positivo pelas gravadoras.

Muitas preocupações sobre os sistemas DRM forma levantados em países europeus. Talvez aqueles descontentes com a atual situação devessem redirecionar suas energias para persuadir as gravadoras a vender música sem DRM. Para os europeus, 75% das quatro grandes gravadoras estão localizadas ali, bem pertinho deles. A maior, Universal, é 100% comandada pela Vivendi, uma empresa francesa. A EMI é uma empresa britânica, e a Sony BMG é 50% comandada pela Bertelsmann, uma empresa alemã. Convencê-las a licenciar suas músicas para a Apple e para os outros competidores sem DRM vai criar um mercado musical verdadeiramente interoperável. A Apple apoiará completa e entusiasticamente.

Fonte: Noticias Apple Brasil

Microsoft recomenda Garageband, da Apple, para fazer música no computador

A Microsoft publicou artigo em seu site no qual discute opções de software para fazer música no computador e, para usuários avançados, recomenda o Garageband, da Apple Inc., que é exclusivo para o sistema operacional Mac OS X.

O artigo é uma adaptação do original escrito por Marc Saltzman, da Microsoft Home Magazine, intitulado "A Microsoft no Lar".

Sobre o Garageband, a Microsoft diz:

"Parte do iLife '05, suíte de aplicações integradas (que inclui o iMovie e o iDVD), o Garageband é um popular programa que transforma o computador Macintosh em um estúdio de gravação de qualidade profissional para músicos.

"A interface intuitiva permite aos amantes da música criar e gravar música selecionando dentre os mais de 50 instrumentos virtuais (incluindo um convincente piano) e mais de 1000 loops de áudio de qualidade profissional que podem ser usados em uma nova composição. Músicos podem também ligar instrumentos a seu computador, tais como teclado ou guitarra elétrica (via entrada analógica ou microfone), os quais podem ser gravados, editados e mixados juntos com outras trilhas.

"Usuários do Garageband também podem adicionar mais instrumentos e loops com quaisquer dos quatro Jam Packs (US$ 99). Esses discos de expansão adicionam mais de 2 mil loops cada um e dúzias de novos instrumentos, dentre outros recursos."

Mais detalhes no artigo completo da Microsoft.

Fonte: MacPress

Cuba quer avançar em tecnologia de comunicação

Avanço tecnológico deve contribuir também para o aumento da segurança

EFE


HAVANA - O ministro de Informática e Comunicações de Cuba, Ramiro Valdés, afirmou na segunda-feira, 12, que o país tem "a firme vontade" de avançar no terreno das tecnologias da comunicação, mas com medidas que contribuam para aumentar a segurança.

"O cavalo selvagem das novas tecnologias pode e deve ser dominado. A informática precisa ser usada em benefício da paz e do desenvolvimento", disse Valdés, durante a abertura da XII Convenção e Expo Internacional Informática 2007.

Valdés, ex-ministro do Interior e comandante da revolução, disse que as novas tecnologias "são um dos mecanismos inventados para o extermínio global", mas que, paradoxalmente, se tornaram "imprescindíveis para avançar no caminho do desenvolvimento".

Para ele, seria "muito ingênuo" achar que as companhias provedoras de serviços e tecnologias não prestam informação às agências de inteligência dos Estados Unidos. Ele ressaltou que "durante toda a sua vida a revolução tem sido obrigada a escapar dos mais perversos planos", em que são fundamentais "as medidas e ações" de segurança.

"Diante das novas ameaças e da vontade de avanço de nosso país, será imprescindível remodelar estratégias e ações que contribuam para o constante aumento dos níveis de segurança de nossas redes e a permanente preparação de nosso povo", afirmou.

Acordos da Alba

O ministro de Informática afirmou que as tecnologias da informação e as comunicações também farão parte dos acordos da Alternativa Bolivariana para as Américas (Alba), promovida pelo presidente venezuelano, Hugo Chávez.

"Será imprescindível encontrar alianças estratégicas para enfrentar os projetos de hegemonia dos EUA neste novo campo de batalha", opinou.

Valdés explicou que o acesso de Cuba à internet, desde 1996, se dá por uma conexão via satélite, com 65 Megabytes por segundo de download e 124 de upload. Qualquer modificação do canal requer licença do Departamento do Tesouro dos EUA.

Em 24 de janeiro, Cuba assinou um acordo com a Venezuela para a instalação de um cabo submarino de fibra óptica.

Internet

Os cubanos não podem contratar serviços da internet domiciliar. O serviço só é oferecido a empresas e profissionais de áreas como saúde e cultura. O acesso a sites considerados subversivos é bloqueado.

As autoridades cubanas dizem que a atual disponibilidade é limitada pelo bloqueio unilateral que os EUA mantêm há 45 anos.

No ano passado, o jornalista dissidente Guillermo Fariñas fez uma greve de fome de sete meses para reivindicar uma conexão à rede na sua casa. Ele denunciou que foi proibido de usar um centro público de onde costumava enviar suas informações.


Fonte: estadao.com.br

Estudantes já podem baixar Windows Vista gratuitamente

A Microsoft já disponibilizou o download do Windows Vista Business, gratuitamente, para estudantes de cursos de tecnologia em escolas cadastradas no programa MSDN Academic Alliance.

Várias universidades e faculdades no Brasil possuem cadastro na Microsoft, entre elas: USP, Mackenzie, FIAP, FATEC, Impacta, FAAP, IBTA, Anhembi Morumbi, SENAI, SENAC, UNISA e outras instituições.

Claro que o aluno precisa estar matriculado no departamento que o software seja parte da vida acadêmica, como Engenharia da Computação, Ciências da Computação, Sistemas de Informações e etc. Em caso de dúvidas procure a secretaria da sua faculdade.

Caso você já tenha um usuário e senha, acesse o site: http://www.msdnaa.net/search/SchoolSearchIntl.aspx , procure por "Sao Paulo/Brazil" (ou a sua cidade, mas sem o uso de acentuação) e clique no site da sua faculdade.

Obs: As instituições precisam liberar o novo software para seus alunos. Caso o software ainda não conste na sua lista, informe-se na sua secretaria.


Acesse o site


Fonte: BABOO

ReadyBoost e SuperFetch no Vista

ReadyBoostUma definição de um Sistema Operacional é um software que provê uma camada de abstração do hardware para os aplicativos. Nessa definição, não se fala nada de interface gráfica, mecanismos de busca ou aplicativos que acompanham o SO. E praticamente tudo que se tem falado do Windows Vista (e tudo que se tem comparado com os concorrentes) trata exatamente desses aspectos.

Esta matéria vai na contra-mão e analisa duas tecnologias que efetivamente pertencem ao domínio dos Sistemas Operacionais e que são novidades no Windows Vista (ou em qualquer dos seus concorrentes): SuperFetch e ReadyBoost.

A tecnologia SuperFetch permite que aplicativos utilizados com freqüência, ou regularmente, sejam mantidos na memória principal para que carreguem de forma rápida. A diferença para os caches tradicionais está na pseudo-não-volatilidade: ao reiniciar o sistema, as informações não são perdidas. O Vista repopula a RAM com as informações nos momentos em que a CPU está ociosa. O resultado é que quando se precisa de um aplicativo, há boas chances de que este estará na RAM e carregará muito mais rápido do que se fosse necessário buscá-lo do HD.

Naturalmente, o SuperFetch exige que haja uma quantidade de memória RAM vaga suficiente para manter tais informações. Esse é um dos motivos pelos quais se recomenda ter pelo menos 1GB de RAM para rodar o Vista. Mas quem não uma quantidade enorme de memória e ainda assim usa vários aplicativos, a Microsoft trouxe também a tecnologia ReadyBoost.

O ReadyBoost permite utilizar (quase) qualquer dispositivo de armazenamento USB baseado em memória flash como se fosse memória RAM. Basta conectar na USB sua memory-key ou pen-drive e informar o Vista para utilizá-la de tal forma. O sistema manterá então neste dispositivo as informações sobre os aplicativos. Como uma memória flash ainda é substancialmente mais rápida que o HD (mas mais lenta que a RAM, diga-se), há ganhos de desempenho.

Para mim, é nisto que um Sistema Operacional tem que inovar. Oferecer desempenho e abstração de hardware para os fabricantes de aplicativos. E nisto, aparentemente, a Microsoft realmente está inovando (é claro que alguém ainda vai comentar que os recursos já existiam desde 1947 em um ENIAC da vida e que a MS roubou tudo).

Fonte: Geek42.org

Macs agora tem software de grid gratuito.

XgridSe você gostaria de usar a tecnologia de grid em Macs, mas não queria pagar pelo Xgrid, seus problemas acabaram. A MacResearch lançou hoje o openMacGrid seguindo os moldes de projetos como o seti@home. Baseado no mesmo protocolo do Xgrid, qualquer usuário de Mac OS 10.4 em diante poderá doar ciclos de clock para projetos e como sabemos os cientistas tem sempre projetos ávidos por consumir esses ciclos.

Fonte: Geek42.org

MIT diz que poderemos ter chips ópticos nos próximos 5 anos

fotons.jpgHá bastante tempo é sabido pela Intel, AMD e demais fabricantes de processadores que com a diminuição cada vez maior dos transistores vai chegar um dia em que não terá mais como conectar os mesmos por impossibilidade de utilizar um metal de inter-conexão. Por esse motivo, a MIT tem feito pesquisas no sentido de utilizar luz em vez de corrente elétrica em um meio de metal. Os engenheiros de MIT desenvolveram um novo método para integrar um circuito de fótons em um chip de silício, o que poderia dar a velocidade da luz a circuitos eletrônicos.

Toda essa tecnologia pode fazer com que a arquitetura empregada nos computadores de hoje se torne obsoleta. A velocidade da luz permite que a inter-conexão de componentes eletrônicos seja bem mais fácil, não havendo necessidade de proximidade absurda como existe hoje. Isso também reduz consideravelmente o aquecimento dos componentes eletrônicos.


Para fabricar os novos chips, os pesquisadores da MIT inventaram uma nova forma de moldar as ondas de luz durante um processo conhecido como microphotonics. Utilizando dois materiais diferentes que fazem refração da luz, como silício e óxidos, os fótons podem ser encurralados em um pequeno corredor de espelhos que, no final, dão novas propriedades únicas para cada fóton.

Hoje em dia, o problema de dispositivos microphotonics é o fato de serem susceptíveis à polarização da luz. Eles não conseguem conectar ao mundo externo sem terem uma montagem manual, peça por peça. O novo método da MIT, no entanto, envolve separar duas orientações da polarização da luz, como polarizar óculos de sol. O sistema utiliza polarizadores verticais para bloquear a luz horizontal refletida por superfícies planas.

Segundo Ippen os resultados são uma grande avanço, podendo fazer com que os chips de silício produzidos em um futuro próximo possam estar utilizando essa tecnologia.

Fonte: Geek42.org

Quem sou eu

Minha foto
Rio de Janeiro, Brazil
Entusiasta da tecnologia, apaixonado pelos computadores da Apple e fã dos softwares livres!

É bom comentar enquanto pode seu fanfarrão!

É bom comentar enquanto pode seu fanfarrão!

O que procura não aparece no arquivo do Blog? Tente aqui!

Google